01 Sustentabilidade / DNA do Grupo

No DNA do Grupo Allianz: proteção à sociedade (G4-EC2)

O compromisso com o desenvolvimento sustentável apoia o crescimento do Grupo Allianz em longo prazo, e essa ideia é amplamente difundida na companhia. Prova disso é que a palavra “sustentabilidade” deixou de ser para a empresa, há muito tempo, um simples conceito para se tornar seu modelo de operação. A maior seguradora do mundo em seguros gerais é líder em seu segmento no Índice Dow Jones de Sustentabilidade, da bolsa de Nova York, do qual faz parte desde 2000, e é apontada como uma das pioneiras no Carbon Disclosure Project, além de ser membro da Transparência Internacional e de apoiar os princípios do Pacto Global, das Nações Unidas, e as Diretrizes da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) para Multinacionais, por meio de seu Código de Conduta.

Pela natureza do seu negócio, a Allianz auxilia os clientes a gerenciar riscos e encontrar soluções para os desafios que enfrentam. Na maior parte das vezes, são desafios ligados a grandes tendências globais – mudanças ambientais e demográficas, globalização e desenvolvimento, segurança e saúde. A receita é aplicar ações locais de sucesso em escala global.

As diretrizes globais de sustentabilidade do Grupo Allianz têm como pilares dois centros de competência: o Allianz4Good, responsável por promover e apoiar a responsabilidade socioambiental e a integração da sustentabilidade em todas as áreas de negócios; e o ESG Office (Environmental, Social and Governance – ambiental, social e governança), que zela pelo cumprimento dos valores da companhia. O Grupo Allianz acredita que, para enfrentar os desafios socioambientais, precisam ser desenhadas estratégias de longo prazo. Um exemplo dessas atuações é a Allianz Climate Solutions (ACS), criada em 2007. A central oferece serviços de consultoria e assessoria sobre financiamento para projetos de energia renovável a clientes externos e a suas unidades de negócio distribuídas pelo mundo. Além disso, é responsável pelo desenho de estratégias relacionadas ao clima e apoia o desenvolvimento de produtos verdes.

O Grupo também se empenha em diminuir a geração de resíduos e as emissões de gás carbônico decorrentes de suas operações. A meta de reduzir em um terço esse índice até 2015 em todos os países em que está presente foi superada. O índice, que em 2006 era de 3,75 toneladas por colaborador, caiu para 2,12 toneladas em 2015, representando redução de 43,3%. Já em viagens, houve aumento significativo de trajetos feitos por via aérea pela empresa no mundo.

O estímulo à redução no consumo de energia também vem sendo uma constante no Grupo em nível mundial. Em 2010, cada colaborador consumia 24,42 megajoules. Em 2015, foi estabelecida a meta de diminuir o índice em 10%. No entanto, as expectativas foram superadas, com o consumo de 18,15 MJ, o que representa redução de 25,7%.


02 Sustentabilidade / No Brasil

No Brasil, sustentabilidade começa em casa

No Brasil, a Allianz também confere à sustentabilidade um papel de destaque. Investimos continuamente na redução do consumo de recursos naturais por meio de campanhas de conscientização e de mudanças em nossa infraestrutura. O prédio da matriz da empresa, em São Paulo (SP), possui certificação Leadership in Energy and Environmental Design (LEED) Silver, conferida a edificações que seguem os padrões internacionais de sustentabilidade por apresentarem diversos dispositivos ecoeficientes, como reutilização de água. Essa preocupação em ocupar espaços mais ecoeficientes teve início em 2010, com o planejamento dos escritórios de Porto Alegre (RS), Ribeirão Preto (SP) e São José do Rio Preto (SP).