08 Governança corporativa / Gestão de riscos

Em uma companhia de seguros como a Allianz, além da gestão de riscos financeiros e administrativos, é preciso dedicar atenção constante ao monitoramento de fraudes. Para atuar de forma mais efetiva na mitigação desse risco, a empresa reforça seu time especializado no tema, cria processos de trabalho e intensifica seu programa de consciência na existência de fraudes, para orientar os colaboradores sobre como identificar e reportar condutas ou situações atípicas e que estejam em desacordo com princípios éticos.


A gestão de riscos é feita em três frentes:

• Governança de risco: envolve toda a organização com princípios de governança corporativa, desde a alta administração até as áreas de negócios e produtos.

• Gestão de risco: avalia, monitora e desenvolve políticas, normas e procedimentos para tratar dos riscos inerentes à administração, à operação e à comercialização dos produtos de seguro que tornam a Allianz Seguros suscetível a riscos corporativos.

• Gestão de capital: é responsável por monitorar e preservar a saúde financeira da empresa, identificando pontos de atenção e aplicando medidas preventivas ou corretivas para assegurar o crescimento sustentável.


09 Governança corporativa / Zelo pela reputação

Para gerenciar os riscos reputacionais, a Allianz Brasil segue as práticas Allianz Standard for Reputational Risk and Issues Management (ASRRIM), que visam avaliar se as transações de negócios estão relacionadas a alguma área sensível ou se possuem outros riscos correlacionados.

10 Governança corporativa / Gestão de Continuidade de Negócios

Todas as empresas estão expostas a adversidades, que podem ser ocasionadas por diversos fatores, como mudanças econômicas, ambientais, sociais e operacionais. Esses eventos adversos podem colocar a estabilidade dos negócios em risco, provocando interrupções significativas na operação. O resultado disso pode implicar prejuízos financeiros e ao negócio, muitas vezes irreversíveis.

Dessa forma, a Allianz Seguros possui um processo de Gestão de Continuidade de Negócios (Business Continuity Management – BCM), que faz uma gestão holística da operação, identificando os potenciais impactos e riscos. Com o BCM, é possível ter uma estrutura para a construção de resiliência e capacidade para uma resposta eficaz que proteja os interesses dos principais stakeholders, a reputação e a marca. É por meio desse processo, que está alinhado às diretrizes do Grupo Allianz, que a companhia se prepara para possíveis incidentes, mitigando riscos e impactos nos principais processos de negócio.