04 Governança corporativa / Compliance

Compliance (G4-DMA, G4-SO4, G4-14 e G4-HR1)

A Allianz Seguros criou o Departamento de Compliance em 2010 e, assim como no Grupo Allianz, trabalha para assegurar que os princípios da companhia sejam seguidos por gestores, colaboradores e parceiros de negócio. O Departamento operacionaliza e cria mecanismos para estabelecer um canal de comunicação para o Comitê de Ética a fim de identificar e analisar eventuais dúvidas ou casos de violação relacionados a esse tema.

O Departamento de Compliance também realiza treinamentos para reforçar os dez Programas Globais de Compliance da Allianz Seguros, como Anticorrupção, Antifraude, Prevenção à Lavagem de Dinheiro, Conformidade Regulatória e Antitruste. Durante o ano de 2015, foram realizados 96 treinamentos sobre o tema, totalizando 114 horas.

Para garantir que não apenas os colaboradores da companhia cumpram as leis e as regras de ética e compliance, a Allianz realiza uma análise de integridade de terceiros com os quais se relaciona. As questões envolvem desde o perfil do terceiro, a utilização de programas anticorrupção, de ética e código de conduta, passando por informações sobre cumprimento da legislação trabalhista, até ações que envolvam trabalho infantil e escravo.


05 Governança corporativa / Sanção e embargos (G4-14, G4-SO6)

A Allianz Seguros segue diretrizes internacionais assinadas pelo Grupo Allianz, impostas pela União Europeia e pelos Estados Unidos contra países classificados como sancionados, como Irã, Síria e Sudão. Todos os negócios ligados a países sancionados são sujeitos à aprovação prévia pelo gestor da área de Compliance da Allianz e, em alguns casos, devem ser submetidos ao Grupo Allianz.

O Grupo Allianz ainda faz uma triagem para identificar, com o apoio de stakeholders e organizações não governamentais, os negócios que considera sensíveis e com riscos de atuação no mundo. Foram definidos 13 setores da economia para os quais a empresa realiza uma minuciosa avaliação antes de aceitar qualquer contratação de seguros. E muitas vezes ainda coloca condições de melhorias e boas práticas para que o negócio seja realizado. Entre esses setores estão: empresas que realizam testes em animais, jogos de azar, armamento, energia nuclear e mineração.