09 Allianz / Estratégia: olho no futuro

Mercado estratégico

Ao começar um novo ciclo em 2015, a expectativa de crescimento da Allianz Seguros começou a se concretizar e tivemos uma retomada representativa no primeiro semestre, principalmente em automóveis e saúde. Foi também um período importante para a reavaliação do nosso portfólio de produtos.

No entanto, a mudança no panorama econômico brasileiro a partir da metade do ano, somada à desaceleração da economia chinesa e à desvalorização do dólar, impactou fortemente os resultados do segundo semestre. O crescimento foi menor do que o previsto, mas, ao mesmo tempo, o momento trouxe uma importante consolidação dos valores da Allianz, e a empresa optou por manter produtos sustentáveis mesmo arriscando sua competitividade imediata, em busca de melhores resultados no médio e no longo prazo. A expectativa é que, em 2016, com o cenário mais estabilizado, essa opção pela sustentabilidade dos negócios traga resultados efetivos.

Para o Grupo Allianz, o Brasil é um mercado estratégico por sua magnitude e pelo volume de oportunidades. Classificado como a oitava maior economia do mundo em 2015, o País ocupa o 33º lugar em termos de penetração do seguro, o que demonstra as amplas possibilidades de crescimento desse setor.

Estratégia vencedora

O ano de 2015 foi também o momento de nos prepararmos para o futuro, traçando os caminhos que levarão a Allianz Seguros a ser a melhor companhia de seguros do mercado brasileiro daqui a alguns anos – a principal meta da companhia no País. Para isso, foram definidos alguns objetivos a ser alcançados entre 2016 e 2018 a fim de aumentar a produtividade operacional utilizando, de forma mais eficiente, os recursos já disponíveis:

• Mitigação da crise econômica: identificar os principais mecanismos que atuem na manutenção dos custos operacionais, administrativos, financeiros e patrimoniais.

• Oportunidades de negócios: diversificar o portfólio de produtos atualmente oferecidos aos segurados, incluindo componentes diferenciais e que superem as expectativas do mercado. Expandir a utilização de canais alternativos para aumentar a distribuição dos produtos oferecidos.

• Iniciativas transformadoras: promover a expansão de iniciativas que se utilizem de integrações digitais, combinando excelência e praticidade para o consumidor final.

Para tornar a conquista dessas metas possível, o plano estratégico da Allianz foi revisado. Esse trabalho começou no final de 2015, quando a empresa passou a trabalhar com um novo conceito: Mudar para Vencer.